São vários os tipos e classificações da água, conheça todos eles

Tipos de água: água reagente, água pura, água para injetáveis e água ultrapura

No último artigo falamos um pouco sobre as diferenças entre água destilada, deionizada e desmineralizada. Essas, porém, não são as únicas nomenclaturas. São vários os tipos e classificações da água que podem ser encontradas no dia a dia. Como também foi mencionado, algumas tipos de água possuem especificações normatizadas. Elas devem ser seguidas à risca para que possam ser classificadas como determinado tipo.

Nesse artigo, iremos detalhar um pouco mais esses diferentes tipos de água, suas nomenclaturas e especificações. Por ser um assunto extenso, hoje iremos tratar da água utilizada em laboratórios e na indústria cosmética e farmacêutica. Em outro momento, iremos tratar da água utilizada em processos industriais.

Contaminantes da água

A água encontrada na natureza em seu estado natural possui uma série de impurezas. A quantidade e o tipo dessas impurezas variam de acordo com o local de obtenção da água e podem ser classificadas em 5 tipos:

  • Sólidos suspensos
  • Compostos orgânicos dissolvidos
  • Compostos inorgânicos dissolvidos
  • Microrganismos
  • Gases dissolvidos

A necessidade da remoção dessas impurezas vai depender de onde a água será utilizada e o grau de pureza necessário irá determinar os diferentes tipos de tratamento de para adequar às classificações da água. Em artigos futuros, iremos detalhar diferentes tipos de tratamento para cada um desses tipos de impureza.

Tipos de água

Basicamente há 5 tipos de águas utilizadas em laboratórios, indústrias cosméticas e farmacêuticas: água potável, água reagente, água purificada, água para injetáveis e água ultrapura.

Água potável

A água potável é o ponto de partida para a produção dos demais tipos de água. Ela é obtida a partir do tratamento da água retirada de mananciais e segue as especificações determinadas pela Portaria 2914 do Ministério da Saúde que detalha os requisitos de potabilidade da água para consumo humano.

Água reagente

Produzida a partir da água potável por um ou mais processos como filtração, destilação ou deionização, é geralmente utilizada na limpeza de materiais e equipamentos e também no abastecimento de equipamentos como autoclaves e banho-maria. Deve atender às especificações estabelecidas na literatura apropriada.

Água purificada

Produzida a partir da água potável ou da água reagente, é obtida por uma combinação de processos como múltipla destilação, osmose reversa, eletro-deionização e ultrafiltração, para atender às especificações apropriadas. É geralmente utilizada no preparo de soluções reagentes, meios de cultura, diluições, tampões, análises clínicas, fabricação de medicamentos e cosméticos e outros.

Água para injetáveis

Mais uma das classificações da água, atende aos requisitos químicos da água purificada. Exige controle de endotoxinas, partículas e esterilidade. É utilizada como solvente ou veículo de injetáveis e na preparação de produtos farmacêuticos parenterais, princípios ativos de uso parenteral, produtos estéreis e na limpeza de equipamentos usados para preparação destes produtos.

Água ultrapura

É requerida em aplicações mais exigentes, principalmente em laboratórios de ensaios, para diluição de substâncias de referência, em controle de qualidade e na limpeza final de equipamentos e utensílios utilizados em processos que entrem em contato direto com a amostra que requeira água com esse nível de pureza. É ideal para métodos de análise que exigem mínima interferência e máxima precisão e exatidão.

Especificações de pureza

No Brasil, para determinar as especificações e classificações da água, a principal referência é a Farmacopeia Brasileira publicada pela Anvisa. Porém na indústria é comum encontrarmos outros tipos de literaturas e referências como a USP, o CLSI (antigo NCCLS) e a norma ASTM.

Abaixo colocamos uma tabela comparando essas diferentes especificações:

Farmacopéia Brasileira
ParâmetroÁgua ReagenteÁgua PurificadaÁgua para InjetáveisÁgua Ultrapura
Condutividade1 a 5 µS/cm0.1 a 1.3 µS/cm0.1 a 1.3 µS/cm0.055 a 0.1 µS/cm
Resistividade> 0.2 MΩ-cm> 1 MΩ-cm> 1 MΩ-cm> 18 MΩ-cm
TOC< 0.2 mg/L< 0.5 mg/L< 0.5 mg/L< 0.05 mg/L
Contagem microbiológica< 100 UFC/mL< 10 UFC/mL< 1 UFC/mL
Endotoxinas< 0.25 UI de endotoxina/mL

 

CLSI (antigo NCCLS)
ParâmetroÁgua Reagente Tipo IÁgua Reagente Tipo IIÁgua Reagente Tipo III
Condutividade0.1 µS/cm1 µS/cm10 µS/cm
Resistividade10 MΩ-cm1 MΩ-cm0.1 MΩ-cm
Silica Total0.05 mg/L0.1 mg/L1 mg/L
pH5 a 8
Contagem microbiológica10 UFC/mL1000 UFC/mL

 

ASTM D1193
ParâmetroÁgua Reagente Tipo IÁgua Reagente Tipo IIÁgua Reagente Tipo IIIÁgua Reagente Tipo IV
Condutividade0.056 µS/cm1 µS/cm0.25 µS/cm5 µS/cm
Resistividade18 MΩ-cm1 MΩ-cm4 MΩ-cm0.2 MΩ-cm
TOC100µg/L50 µg/L200 µg/L
Silica Total3 µg/L3 µg/L200 µg/L
Cloretos1 µg/L5 µg/L10 µg/L50 µg/L
Sódio1 µg/L5µg/L10 µg/L50 µg/L
pH5 a 8

 

ASTM D1193
ParâmetroÁgua Reagente Tipo AÁgua Reagente Tipo BÁgua Reagente Tipo C
Contagem microbiológica10 UFC/1000 mL10 UFC/100 mL100 UFC/10 mL
Endotoxinas< 0.03 UI de endotoxina/mL< 0.25 UI de endotoxina/mL

 

USP 27
ParâmetroÁgua PurificadaÁgua para Injetáveis
Condutividade< 1.3 µS/cm< 1.3 µS/cm Resistividade
TOC< 0.5 ppm< 0.5 ppm
Contagem microbiológica< 100 UFC/mL< 10 UFC/100 mL
Endotoxinas< 0.25 UI de endotoxina/mL